Escadas exteriores: um guia para escolher a ideal para seu projecto

Request quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

Escadas exteriores: um guia para escolher a ideal para seu projecto

Ida Gaspar – homify Ida Gaspar – homify
 Houses by Jesus Correia Arquitecto,
Loading admin actions …

As escadas exteriores da sua casa estão em mau estado e restaurá-las é uma das prioridades para os próximos meses? Está a construir uma moradia e precisa de conselhos para se decidir no tipo de escadas que quer?

De facto, quando planeamos a construção ou reconstrução de escadas exteriores para uma casa, surge sempre esta questão: que tipo de escada escolher? Na verdade, existem muitos tipos de escadas, desde as mais contemporâneas às mais clássicas e tradicionais. Além disso, precisa de escolher um profissional qualificado, decidir sobre o formato e o material mais adequado. Há, de facto, uma série de detalhes que precisa de ponderar, pois as escadas não são um mero investimento decorativo.

Neste sentido, a homify responde às suas questões no artigo de hoje. Siga o nosso guia e fique perito na matéria! 👇

1 – Que critérios devo ter em conta para escolher as minhas escadas exteriores?

Mesmo que saibamos que a estética costuma prevalecer antes da razão, partilhamos aqui umas algumas ideias-chave para escolher as melhores escadarias:

  • Avaliar as suas necessidades - Escada decorativa, escada de serviço na empena da moradia, escada de fachada para uma casa alta, escadas que levam ao terraço ou ao jardim… Enfim, as especificidades técnicas e as finalidades de cada escada diferem, de acordo com as suas necessidades: entre alguns degraus largos e retos e uma escada em espiral, entre umas escadas de serviço para uso ocasional e uma escada externa que leva à casa principal, entre uma escadaria com 30 degraus e uma escadaria de 3 degraus… Há tantas possibilidades que devem ser analisadas antes de começar a projetá-las!
  • Avaliar as possibilidades do projeto – Entre as escadas já pré-fabricadas e as escadas construídas de raiz, as tarefas não são as mesmas! Dependerá da configuração das escadarias, da sua localização e do seu uso. Geralmente, os modelos de escadas já pré-fabricados são em metal ou em madeira, e não requerem muitas obras. Ao contrário das escadas exteriores em pedra e em betão que são mais complexas, já que são construídas de raiz.
  • Ter em conta as limitações – É indispensável ter em conta os seguintes aspetos quando se escolhe umas escadas para o exterior:

- Anti-derrapante: para evitar deslizes e quedas graves, nomeadamente em tempo de chuva;

- Resistente às condições climáticas adversas: é importante que suportem o mau tempo, sem perder as suas qualidades estéticas e a sua aparência original;

- Visível: devem ser iluminadas, de forma a que sejam seguras em ambientes noturnos.

2 – Quais são os materiais mais apropriados para as escadas exteriores?

Há quatro materiais que predominam no mercado das escadas exteriores: pedra, betão, madeira e metal. Cada uma tem as suas especificidades, vantagens e desvantagens.

📍 Critérios de escolha predominantes: que sejam de fácil manutenção, porque estão sujeitas às várias condições climáticas e necessitam de limpeza. Mas, claro, o lado decorativo acaba por influenciar muito.

Apresentamos de seguida os diferentes tipos de materiais:

Escada em betão – O principal desgaste do betão está ligado à passagem do tempo: os degraus tornam-se lisos e escorregadios, ou podem quebrar e, portanto, serem perigosos. Do ponto de vista positivo, o material é sólido e estável, não requer muita manutenção. As escadas podem ser projetadas em bruto ou cobertas com pedras, azulejos ou outro revestimento. O betão resiste às variações climáticas. Mais tarde, pode renovar as escadas de betão aplicando um cimento, em todas as partes danificadas. Se necessário, pode aproveitar a oportunidade para pintar as escadas com uma pintura exterior colorida ou não.

  • Escadas exteriores em pedra – A pedra é um material natural e ultrarresistente… mas nalguns casos pode ser escorregadio, como é o caso do mármore. Para uma escadaria exterior, prefira pedras de quartzo, pois têm propriedades antiderrapantes, tal como o granito não polido. A pedra é um material duro e robusto, com um estilo autêntico e intemporal. Em termos de manutenção, só precisa de remover as ervas daninhas que ficam nas aberturas dos degraus. Pode usar uma máquina de alta pressão para que o processo de limpeza seja mais rápido e eficaz.

  • Escadas em madeira - Deve escolher um tipo de madeira impermeável, por exemplo, madeira vermelha ou exótica. O pinheiro ou o ácer oferecem uma excelente relação qualidade/preço. Mas, para uma escada duradoura, pode escolher madeira de carvalho ou exótica, como teca ou tabebuia. Tal como acontece com as escadas interiores, a madeira confere um ambiente quente e acolhedor. É necessário um tratamento contra as pragas, bem como uma manutenção, pelo menos, duas vezes por ano para alimentá-las e protegê-las do mau tempo. É mais frágil do que os outros materiais e, também, envelhece mais rápido. 
  • Escadas em metal – A escolha das escadas metálicas é, muitas vezes, guiada pelo fator estético nomeadamente para criar um estilo industrial ou contemporâneo. São resistentes às intempéries, mas deve escolher metais que não temem a ferrugem, tal como o aço galvanizado, ou o aço inoxidável. As escadas metálicas são leves e fáceis de projetar, já que são, geralmente, propostas em kit. Para mantê-las bonitas é necessário um tratamento específico, de forma a protegê-las contra a corrosão, bem como uma manutenção regular, para evitar deslizes e quedas. As escadas exteriores em aço galvanizado exigem pouca manutenção, além de serem ideais para aquele efeito de escadas modernas.

3 – Como posso revestir as escadas exteriores?

As escadas exteriores sujam-se facilmente, não só com a chuva, neve ou sapatos sujos, mas também com resíduos naturais: folhas, relva, terra… Mesmo numa nova escadaria, pode ser aconselhável colocar um revestimento complementar, que, além do ponto de vista estético irá dar uma proteção antiderrapante e é uma camada que repele a água do seu material original.

Pintura – O principal critério para escolher a tinta será a sua qualidade antiderrapante. Os comerciantes adicionam partículas de sílica (composto químico dióxido de silício) à solução da pintura.

Azulejo – Práticos e fáceis de manter, os azulejos ou ladrilhos para o exterior também são uma solução estética para cobrir uma escada ou para desenhar um degrau num terreno inclinado.

4 – Como posso ter escadas exteriores mais seguras?

Aqui estão algumas soluções simples para deixar as suas escadas mais seguras:

  • Tiras auto-adesivas – São fáceis de aplicar e protegem-no de possíveis quedas. Colocam-se em degraus planos, lisos e limpos.
  • Verniz antiderrapante – pode ser aplicado em todos os materiais, à exceção do metal.
  • Guarda-corpo - fundamental para a segurança de todos os utilizadores. Pode optar por colocar balaustre (pequenas colunas muito usadas na arquitetura).


Além disso, para marcar as escadas e torná-las visíveis e iluminadas à noite, considere a possibilidade de integrar uma iluminação artificial, diretamente no projeto das suas escadas de exterior.

Dê uma vista de olhos neste artigo, que o inspirará a construir as suas escadas de interiores: 21 escadas que tornariam a sua casa maravilhosa.

 Houses by Casas inHAUS,

Need help with your home project?
Get in touch!

Discover home inspiration!